História

Um Clube de Futebol é um organismo vivo. Tem personalidade, imagem e uma cultura própria. É constituído por profissionais com características e competências diferentes, mas que, juntos, se complementam em busca de um objetivo comum.

Os Valores, a Missão e a Visão são elementos que nos caracterizam e identificam. São o reflexo da forma de pensar e estar, orientando as ações dos professionais da estrutura organizacional do Clube.  

A identidade do Clube de Futebol «Os Armacenenses», afirmada ao longo da História, é resultado da perceção de cada um dos Armacenenses. É a interiorização e a prática desses Valores que garante um Clube cada vez mais ambicioso e vitorioso.

Estamos a construir o futuro!

Fundação

O Clube Futebol «Os Armacenenses» é um clube multidesportivo português, localizado na freguesia de Armação de Pêra, concelho de Silves, distrito de Faro, no Algarve. O Clube Futebol «Os Armacenenses» é a 4ª. Filial do Belenenses e foi fundada em setembro 1935.

Armação de Pêra já teve uma vida cultural e desportiva bastante ativa. Com o advento da primeira República, e por influência dos centros republicanos, foram aparecendo um pouco por todo o País, sociedades recreativas, culturais e desportivas, representativas de todos os extratos sociais. Hoje já não é tão evidente porque a evolução social felizmente o esbateu, mas nos anos 10 a 50 ou talvez mais, do século XX, as classes sociais eram, para além de evidentes, concorrentes entre si, e compartimentavam a sociedade. Daí que, cada grupo social tivesse criado o seu próprio recreativo, cultural e desportivo.

O embrião da criação do Clube de Futebol «Os Armacenenses», foi a classe média urbana, formada por pequenos comerciantes, lavradores, residentes na povoação e de pescadores proprietários que fundaram o Clube de Futebol «Os Armacenenses» a 6 de Setembro de 1935.

Foi através do Teatro, que promoveu durante vários anos, que mais se salientou a atividade cultural do nosso Clube, o seu grupo cénico, foi famoso: nomes como os de José Roque, Zeca Torres, Bento Capela, João Ricardo, José dos Reis e muitos outros, formaram uma escola de autodidatas que marcou um período de ouro desta coletividade; que também teve no futebol o seu expoente máximo da sua atividade desportiva. Formaram-se equipas de grande valor, em que pontificaram nomes dos naturais da terra, ou a ela ligados, por laços familiares como os de: José Afonso, Manuel da Ponte, Mário Marçal, Joaquim Calado, Mário Serol, António Pedro, José Chanoca, Luís Franco, Vítor Rocha, Manuel Vicente, José António Boal, José dos Reis, João Simplício, Manuel Lima, António Pontes, João Ricardo, Manuel Ribeiro, José Manuel Prata, e tantos outros cuja referência é inegavelmente justa, mas de todo impossível devido à falta de registos, que nas tardes soalheiras dos domingos de Verão, no Campo dos Salgados, grandes vitórias e alegrias desportivas deram aos “Armacenenses”.

No campo recreativo, organizando grandes festas, grandiosos bailes e até marchas e jogos florais; houve um homem que se salientou, não só pela sua atividade, mas sobretudo pelo cunho empreendedor e cultural que imprimiu às suas realizações – esse homem foi João Roque.

Depois, com o abandono de elementos mais ativos, que tiveram de demandas a outras paragens à procura de emprego ou forma de vida, que a sua terra não lhes dava; foi o fim das atividades culturais e a consequente degenerescência, acabando por perder toda a atividade e até a própria sede.

Anos 70

No princípio dos anos 70, o desejo e a necessidade da prática de atividades culturais e desportivas, faz com que um pequeno grupo faça renascer a chama do nosso Clube; grupo esse, que se foi alargando, mobilizando quase toda a população através da prática desportiva. A vida cultural e recreativa de salão nesta altura foi praticamente nula porque o Clube de Futebol «Os Armacenenses» não tinham uma sede, que não servisse só de casino, como infelizmente acontece em tantas coletividades, mas sim, uma Sede onde “Os Armacenenses” tivessem uma vida cultural e recreativa sã, para si, e para os seus. Um polo dinamizador das coisas de Bem, que fortaleçam e ajudem os mais jovens a aprenderem a lutar para que a máxima – Mente Sã em Corpo São – seja prática do dia-a-dia, da juventude de Armação de Pêra. E muito embora, as dificuldades para construir a tão desejada Sede do Clube de Futebol «Os Armacenenses» tenham sido imensas, hoje é uma realidade.

Hoje

Atualmente a Sede do Clube de Futebol «Os Armacenenses» é uma referência na vila de Armação de Pêra e para além de ser o ponto de encontro de todos os Sócios e “Armacenenses” em geral, é também um local de prática desportiva, cultural e recreativa. A cedência da sala polivalente ao Agrupamento de Escolas Silves Sul – Armação de Pêra para que todos os alunos que frequentam o 1.º Ciclo do Ensino Básico possam ter acesso à prática de aulas de Expressão e Educação Físico-Motora e Expressão Dramática num espaço condigno, são bem um exemplo da colaboração que tem existido entre este Clube e a comunidade. Para além de algumas atividades desportivas regulares, esta sala tem recebido ainda diversos eventos culturais e recreativos promovidos pelo nosso Clube ou apoiados por nós, que têm tido uma boa participação dos “Armacenenses”.

O Clube de Futebol «Os Armacenenses» tem uma forte atividade desportiva, (onde praticam desporto cerca de 300 atletas nos diferentes escalões e modalidades que temos ao dispor da população), a equipa de Futebol Sénior que atua na 1.ª Divisão Distrital, as equipas de Futebol Juvenil (Juvenis, Infantis, Escolas e “Escolinhas”) que atuam no Campeonato Distrital e a Equipa de Futsal que atua na 2.ª Divisão Distrital, são bem exemplo da forte atividade desportiva existente.

No que diz respeito à atividade cultural e recreativa têm existido algumas iniciativas (bailes de carnaval, ceias culturais, recitais de poesia, etc.), contudo queremos que seja cada vez maior e de melhor qualidade. Para tal, a colaboração de todas as entidades, sejam elas públicas ou privadas, comerciantes locais ou particulares, é absolutamente imprescindível para que a afirmação deste Clube como uma instituição que presta um serviço de Utilidade Pública a toda a comunidade no âmbito desportivo, cultural recreativo e social, seja cada vez maior e mais alargado.

Estádio Municipal de Armação de Pêra

O ano de 2014 marca um virar de página na vida desportiva do clube. O concretizar de uma sonho com mais de 40 anos: A construção do Estadio Municipal de Armação de Pêra. Esta infraestrutura que dispôe de um excelente relvado sintético,  veio dotar o Clube com otimas condições para a valorização da sua atividade e a prática do desporto. O Estádio municipal de Armação de Pêra foi inaugurado no dia 9 de Fevereiro de 2014 pela presidente da Camara Municipal de silves Dr. Rosa Palma . No concretizar deste projeto destaque para a dedicação da direção em funções no nome do Presidente do clube de Futebol «Os Armacenenses» Dr. Carlos Serol, Dr. Rogério Pinto Presidente do executivo anterior do municipio de Silves e o Dr. Ricardo dos Santos Pinto, Presidente da Junta de Freguesia de Armação de Pera. Contudo este projeto não seria possivel sem o fundamental apoio da Vila Vitta, parceiro e patrocinador do Clube à longa data. O Clube pode agora contar com planteis mais competitivos e competir olhos nos olhos com os principais favoritos nas competições onde se insere.   

Um website emjogo.pt